Pelagem dos Cavalos

1 01 2010

A origem das várias cores de pelagem dos equinos A origem das várias cores de pelagem dos equinos está nos genes individuais, que são em números de 39, o que resulta em milhares de combinações possíveis. Para algumas raças, a cor é uma consideração de essencial importância, embora todas as associações de criadores insistam em que a conformação correcta e a capacidade funcional de movimentação sejam os principais factores. Palominos, Appaloosas Albinos e outros cavalos com pintas ou manchas, como os Pintos e Paints são muitas vezes considerados “pelagens” (colour breeds) não “raças”, em função de serem cavalos práticos e úteis. É interessante notar que as cores espectaculares dessas raças-pelagens derivam dos cavalos Ibéricos, embora já não existam nos Espanhóis e Lusitanos modernos. Os puro sangue Árabes,Thoroughbreds, não têm pelagem multicor, pampa, palomina ou sarapintado (Appaloosa). As três pelagens clássicas são: a castanha (“bay”), a alazã (“chest nut”) e a tordilha (“grey”), podendo cada qual variar de tonalidades.

About these ads

Ações

Informação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: